Viajar mais, é possível. Só que isso demanda uma dose de esforço do viajante. É importante, por exemplo, realizar o planejamento financeiro para viagem. Muitas vezes, é aí que tudo emperra: algumas pessoas não sabem por onde começar. Elas recorrem às agências de viagens, mas percebem que o valor pelo serviço pode ser alto e, por conta disso, acabam desistindo.

Contudo, algo é certo: você pode sim programar sua viagem e realizar antigos sonhos. Para isso, basta seguir as dicas que compartilho neste artigo para se planejar financeiramente. Vamos lá?

Faça um levantamento dos custos

O primeiro passo para o planejamento financeiro é saber para onde você quer ir e quando. Sabendo essas informações, tudo fica mais fácil. A partir daí, é só começar a realizar um levantamento dos custos.

O recomendado é criar uma planilha e nela dela colocar os valores médios de gastos com hospedagem, passagem aérea, alimentação, transportes, passeios e seguro viagem. Com todos os gastos já definidos, você saberá quanto precisa para realizar a sua viagem.

Fique de olho nas promoções

Os gastos definidos na planilha não necessariamente serão o que você terá que custear. Eles deverão refletir uma média e você deverá realizar uma ampla pesquisa de preço. Com isso, você poderá economizar muito.

O recomendado é que você fique de olho nas promoções de passagem aérea e hospedagem. Esses dois gastos costumam pesar muito do bolso do viajante. Contudo, atualmente, há diversos sites que oferecem excelentes promoções.

Planeje uma viagem que cabe no seu bolso

Viaje, mas viaje com o pé no chão. O que isso significa? Bom, que você deve planejar uma viagem que realmente cabe no seu bolso. Por exemplo, sabemos que todos querem ficar em um hotel cinco estrelas, aproveitar o luxo, comer bem etc.

No entanto, para algumas pessoas, essa condição de viagem não cabe no bolso. Elas podem até fazer a viagem dessa forma, mas quando voltam para a realidade acabam endividadas. Por isso, procure por hospedagens, passeios e até classe de avião que realmente cabem no seu bolso.

Deixe, ao menos, 10% para gastos imprevistos

Em uma viagem, tudo pode acontecer. Ou seja, gastos imprevistos podem aparecer. Sendo assim, durante o seu planejamento financeiro, procure deixar reservado ao menos 10% do orçamento para essas despesas que estavam fora do planejado. Tenha certeza que isso pode lhe tirar do sufoco caso algo aconteça.

Use as milhas a seu favor

Por fim, uma dica valiosa no planejamento financeiro para viagem é o uso das milhas. Isso mesmo. Sabe aqueles pontos que você recebe por usar o cartão de crédito? Eles podem ser convertidos em milhas!

Além deles, você ainda pode ter pontos no programa de alguma companhia aérea que você nem lembrava mais. Então, com eles você pode reduzir o valor da sua passagem ou até mesmo usá-los para comprar uma passagem sem qualquer custo.

Vale a pena dar uma olhada para verificar se você consegue usar as milhas a favor do seu planejamento financeiro para viagem, não é mesmo?

Achou o conteúdo interessante? Tem alguma outra dica para organizar as finanças de maneira fácil para viajar mais? Deixe seu comentário no post, quero saber a sua experiência!