Overbooking é a expressão utilizada para caracterizar quando uma empresa vende serviços ou produtos a mais do que pode fornecer. No caso das companhias aéreas, quem nunca se perguntou o que fazer em caso de overbooking ou por qual motivo isso aconteceu?

Para esclarecer essas dúvidas tão comuns, preparei este post, explicando as causas recorrentes desse acontecimento, além de ações essenciais para lidar com esse problema. Continue a leitura e descubra o que fazer!

Quais são as principais causas do overbooking?

Acomodação de passageiros

Quando as pessoas perdem a conexão, por exemplo, pode ser que a companhia aérea opte por encaixá-las nos voos seguintes, também fazendo-as esperar por isso. Isso faz com que a tal aeronave fique cheia, resultando em overbooking.

Lembre-se de que nem sempre a responsabilidade do atraso é do próprio passageiro. Qualquer contratempo pode fazer um voo chegar depois que o avião da conexão já partiu.

Casos de superlotação

As empresas aéreas, assim como os hotéis, podem vender mais assentos do que realmente têm a oferecer. Isso é perfeitamente legal e, na verdade, é uma estratégia que protege a saúde financeira desses empreendimentos em casos do não comparecimento dos passageiros.

A lógica é bem simples: se você tem uma aeronave com capacidade de 100 pessoas, vende 100 assentos e 20 pessoas não vão por algum motivo, a empresa aérea gasta o mesmo valor (de combustível, funcionário etc.) sem usar a capacidade máxima do avião. Por outro lado, se todos os passageiros que compraram comparecem na hora do embarque, o overbooking ocorre.

Necessidade de troca de aeronave

Esse é o motivo mais comum. Se uma aeronave não puder decolar, pode ser que uma menor seja colocada para suprir o voo e, dessa forma, não há lugar para todos os passageiros previstos.

Apesar de ser desagradável quando acontece, a verdade é que essas trocas não programadas protegem você e garantem a sua segurança: imagine se a empresa aérea decide decolar mesmo depois de constatar algum problema no avião, apenas para não deixar ninguém de fora do voo. Inconcebível, certo?

O que fazer em caso de overbooking?

Por bem ou por mal, ninguém gosta de não poder embarcar e ficar tanto tempo no aeroporto sem nada pra fazer, perdendo compromissos, descumprindo agendas ou apenas não podendo estar onde você quer estar quando você pretendia estar. Para reagir nesses casos, há algumas orientações básicas. Veja a seguir!

Ouça a proposta da companhia aérea

É muito provável que a companhia venha conversar com você para oferecer outros meios de concluir sua viagem: desde acomodações na primeira classe, até estadia em um hotel próximo, transporte para o aeroporto, alimentação e viagem no outro dia (devidamente bancado pela empresa responsável pelo overbooking, é claro).

A dica aqui é, caso você não vá sair no prejuízo, ouvir com atenção o que é ofertado para “recompensar” o problema que você teve com overbooking. O acordo pode até ser melhor do que o seu plano de viagem original.

Dica de quem é da área: a companhia aérea costuma escolher para quem oferece passagens de primeira classe. Então, ao ir para o aeroporto, tenha isso em mente (por mais estranho que possa parecer) e oriente a sua família nesse sentido. A comunicação importa bastante.

Registre toda a documentação da viagem

Para qualquer ato legal, como pedir uma indenização, é fundamental que você tenha provas. A melhor forma de conseguir isso é registrando os documentos referentes à viagem. Você pode usar o seu smartphone e contar com testemunhas.

Além disso, sempre notifique a companhia aérea do seu problema, seja ele qual for, para que ela esteja ciente de que a sua necessidade não foi atendida e, por isso, você vai buscar por instâncias superiores.

Procure o escritório da Anac

Se nada der certo, o mais indicado é que você procure o atendimento da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) no aeroporto para fazer a sua reclamação. A Anac é o órgão responsável por supervisionar os serviços de aviação, garantindo que eles cumpram o que está determinado na lei, inclusive em favor do passageiro.

É importante que você saiba o que fazer em caso de overbooking, tanto para agir se acontecer com você quanto para orientar os seus amigos e familiares. Dessa forma, é possível garantir que os seus direitos não passem batido. Todos os passageiros devem ter acesso a esse conhecimento, não acha?

Para ficar por dentro de mais assuntos como esse, assine a nossa newsletter e receba os melhores conteúdos em primeira mão, diretamente em seu e-mail!